Skip to content

Negro no poder

Rascunho para uma página de estudo: A idéia é bem básica. Ver as imagens, ler os textos e responder em “Comentários” uma pergunta bem direta: O que é ser negro no Brasil hoje?

Não precisar ser ou se achar negro.

Não precisa contar a história da escravidão ou algo assim. Apenas pense, lembre e responda com sinceridade.

Negro no poder: disco da Cidade Negra

https://ekalafabio.files.wordpress.com/2008/08/09fd5-ca_mv_bill.jpg?w=600

Revista Caros Amigos99 (junho 2006)

Trecho do artigo: “Ser Negro no Brasil Hoje”

Por Milton Santos

Milton Santos

artigo escrito por Milton Santos em 07 de maio de 2000

“Há uma frequente indagação sobre como é ser negro em outros lugares, forma de perguntar, também, se isso é diferente de ser negro no Brasil. As peripécias da vida levaram-nos a viver em quatro continentes, Europa, Américas, África e Ásia, seja como quase transeunte, isto é, conferencista, seja como orador, na qualidade de professor e pesquisador. Desse modo, tivemos a experiência de ser negro em diversos países e de constatar algumas das manifestações dos choques culturais correspondentes. Cada uma dessas vivências foi diferente de qualquer outra, e todas elas diversas da própria experiência brasileira. As realidades não são as mesmas. Aqui, o fato de que o trabalho do negro tenha sido, desde os inícios da história econômica, essencial à manutenção do bem-estar das classes dominantes deu-lhe um papel central na gestação e perpetuação de uma ética conservadora e desigualitária. Os interesses cristalizados produziram convicções escravocratas arraigadas e mantêm estereótipos que ultrapassam os limites do simbólico e têm incidência sobre os demais aspectos das relações sociais. Por isso, talvez ironicamente, a ascensão, por menor que seja, dos negros na escala social sempre deu lugar a expressões veladas ou ostensivas de ressentimentos (paradoxalmente contra as vítimas). Ao mesmo tempo, a opinião pública foi, por cinco séculos, treinada para desdenhar e, mesmo, não tolerar manifestações de inconformidade, vistas como um injustificável complexo de inferioridade, já que o Brasil, segundo a doutrina oficial, jamais acolhera nenhuma forma de discriminação ou preconceito.

500 anos de culpa

(… ) A naturalidade com que os responsáveis encaram tais situações é indecente, mas raramente é adjetivada dessa maneira. Trata-se, na realidade, de uma forma do apartheid à brasileira, contra a qual é urgente reagir se realmente desejamos integrar a sociedade brasileira de modo que, num futuro próximo, ser negro no Brasil seja, também, ser plenamente brasileiro no Brasil.”

URL do texto integral: http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2003/11/268008.shtml

E veja Clipe do rapper brasileiro MV Bill no youtube:

http://br.youtube.com/watch?v=88ictLis8TE

Direção: Bruno Murtinho

Edição: Pablo Ribeiro

Animação e Design: Giosimi e Alexandre Romano

Design: Dimaquina

Finalização: Bernardo Varela

  Não sou o movimento negro / Sou o preto em movimento / Todos os lamentos (Me fazem refletir) / Sobre a nossa historia / Marcada com glorias / Sentimento que eu levo no peito de vitória / Seduzido pela paixão combativa / Busquei alternativa (E não posso mais fugir) / Da militância sou refém / Quem conhece vem / Sabe que não tem vitória sem suor / Se liga só, tem que ser duas vezes melhor / Ou vai ficar acuado sem voz / Sabe que o martelo tem mais peso pra nós / Que a gente todo dia anda na mira do algoz / Por amor a melanina / Coloco em minha rima / Versos que deram a volta por cima /
 O passado ensina e contamina / Aqueles que sonham com uma vida em liberdade /  De verdade / Capacidade pra bater de frente / E modificar o que foi pre-destinado pra gente / Dignificar o que foi conquistado / Mudar de estado, sair de baixo / Sem esculacho é o que eu acho / Não me encaixo nos padrões / Que vizam meus irmãos como vilões / Na condição de culpados /  Ovelha branca da nação / Que renegou a pretidão (Na verdade é que você…) / Tem o poder de mudar ” RAPÁ” /  Então passe para o lado de cá, vem cá / Outra corrente que nos une / A covardia que nos pune / A derrota se esconde no irmão / Que não se assume / Chora quando é pra sorrir / Rir na hora de chorar / Levanta quando é pra dormir / Dorme na hora de acordar / Desperta / Sentindo a atmosfera, que libera dos porões / E te liberta (Sarara criolo…) / Muita força pra encarar qualquer bagulho / Resistência sempre foi a nossa marca, meu orgulho / E bom ouvir o barulho / Que ensina como caminhar (Eu estou sempre na minha…) / Não vou pela cabeça de ninguém / Pode vir que tem / Agbara, Ôminara, Português, Faveles ou em Ioruba, Axé / Pra quem vai buscar um acue / E deixa de ser um qualquer / Já viu como é / Preto por convicção acha bom submissão / Não, da re no Monza e embranquece na missão / Tem que ser sangue bom com atitude / Saber que a caminhada é diferente pra quem vem da negritude
(guiptn)

ZUMBI VIVE Viva o dia da Consciência Negra: 20 de novembro.

14 Comentários to “Negro no poder

  1. jefferson 6bDisse:Novembro 7th, 2007 at 07:54 ser negro foi uma raça muito sofrida foi escravo que tinha que fazer os deveres se não fizesse morreria.negro no brasil hoje é uma pessoa livre
  2. CINTIADisse:Novembro 7th, 2007 at 08:00 O que é ser negro?para mim é ser como todos; não há diferença.
  3. AMANDADisse:Novembro 7th, 2007 at 08:01 O QUE É SER NEGRO NO BRASILpra mim ser negro E ser igual um ao outro
  4. ekalafabioDisse:Novembro 7th, 2007 at 08:03 Ser negroé ter a pela escura?Receber preconceito?É tentar ser igual?É fazer sucesso?
  5. taynaDisse:Novembro 12th, 2007 at 06:26 Ser negropara muita gente é Muito Dificilmuitos deles têm vergonha da sua cor muitas pessoastêm preconceito dessa cor mas o importantante não é vcser negro ou branco, é vc ter vida, Saude e ter muito orgulho da sua cor.
  6. claudiaDisse:Novembro 12th, 2007 at 06:35 ser negro e normal porque todos somos um ser humano nao importa cor ,ou lingua.vamos nos respeitar.
  7. michelDisse:Novembro 12th, 2007 at 06:59 ser negro é ter todo preconceito ter q ser dependente de cotas ter olhares diferentes ser chamado de meia noite
  8. joane cristinaDisse:Novembro 12th, 2007 at 07:01 Ser negrohoje no Brasil e ser forte e saber batalharcom todo o preconceito que existe hoje, por essaspessoas que nao sabem que os negros tambem e gentee merece ser feliz como qualquer pessoas, e que temosdireitos iguais.
  9. cristieleDisse:Novembro 12th, 2007 at 07:40 ser negrono país muitos são racita naminha famila não tem niguém racista porque a metade é negropor isso nos são muitos felizes muito chingan mas nossa familia nãoliga porque para isso tem delegacia
  10. daryDisse:Novembro 12th, 2007 at 07:41 ser negroéser igual a todosporque todosbrazileiro é negroparamime ,etc
  11. tatianaDisse:Novembro 12th, 2007 at 07:44 ser negro é ter raça é sofrer varios pré conceitos
  12. cristieleDisse:Novembro 12th, 2007 at 07:45 ser negro no nosso pais muitas pessoas são racistana minha familia tem muitos negros ninguem liga na minha familia porque nos samos muitos felizes e para isso existe delegacia
  13. Luiz AquinoDisse:Novembro 14th, 2007 at 19:47Bom gente, francamente estou emocionado!Não sou negro de pele, mas tenho um coração negro.Sabe porque? Como foi dito nos comentários não há diferença biológica, mas diferença social e étnica existe muita.O negro foi inferior nas armas e na engenhosidade, foi dominado pelos europeus, infelizmente seus descendentes pagam caro hoje, porque não se sentem mais maravilhados como os nativos africanos e americanos ficaram. Hoje o negro sabe que não é diferente, mas como um negro e um índio há 600 ou 500 anos atrás poderia ter essa consciência.Agora quero dizer porque estou emocionado. Porque tenho vergonha da minha família. Essa por ser racista, sempre me condenou por ter amigos negros, e por ter casado com uma negra. Atualmente não estou mais casado, mas admiro a cultura negra, adoro a espontaneidade dos negros.Para mim é um imensa honra ver no blogmestre pessoas com orgulho da sua etnia, não digo orgulho da cor, mas orgulho da etnia. Não digo orgulho da raça, não gosto desse termo. Não gosto da visão sectária, que tem mais um quê de ressentimento. Gosto da idéia de igualdade biológica e diversidade étnica cultural, somos iguais em algumas coisas e muito diferentes em outras. O importante é que cada um respeite as diferenças e saiba fazer das convergências, produtivas lições de vida como ocorreu com o editor dessa postagem.

    Abraços a todos…

  14. # grazielle 7dDisse:Novembro 16th, 2007 at 07:59 Novembro 12th, 2007 at 06:30eu acredito que ser negrono brasil é para alguns uma questao depreconceito ,ja que varias pessoas “brancas” ainda recriminan ou humilham essas pessoas em alguns casos ate parece a epoca da escravatura concluindo para alguns é bom viver aqui so que para outros e dificil .
4 Comentários leave one →
  1. 18 de outubro de 2008 00:24

    hoje em dia o preconceito racial não sumiu como pensam
    os mulatos de antigamente deixaram cicatrizes que ainda não saro…
    temosque olhar a realidade de frente, temos que tocar nela, não apenas falar…
    todos tem preconceito(tanto racial, qunato sexualidade…) se vermos de um ponto de vista, o mundo é movido pelo preconceito… quando nossa raiva sobe não temos controle em nossas palavras.
    ” o negro ou mulato, eles mesmos criam o preconceito… nos séculos anteriores teve uma história longa sobre a raça negra.”
    o negro deixou uma forte presença na história brasileira.
    infelizmente esse preconceito não sumiu.
    não adianta tampar o sol com a peneira… todo mundo vê só não vê quem não quer.
    e todos perguntam o que é ser negro?
    R= é lutar todos os dias da vida, estudar e colocar em pratica o seu conhecimento.
    e mostrar que os negros não são inferiores aos outros individuos.
    é ser paciente, e tentar viver nessa sociedade “racista”.

  2. kathelyn priscila pereira dos santos permalink
    19 de novembro de 2009 13:18

    adore e muito bom, com eu sou negra gosto muito de ler esses tipos de texto

  3. Sarlete permalink
    20 de maio de 2012 16:53

    Adorei eu serei a proxima

    Sarlete Silva

  4. 28 de novembro de 2012 11:58

    adorei esse textos gostaria de ler a biografia de cada um deles

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: