Skip to content

O Dono do Corpo (poema)

4 de janeiro de 2008

Como está escrito na revista Educação n. 6: Deleuze, da ed. Segmento
“(um vida singular) educada para apresentar seu corpo e oferecer seu desejo aos clamores do mundo” (texto de Paola Zordan)

Penso: Saber quem é dono do meu corpo e quem será dono dos corpos de meus herdeiros.

Solidário ao Estado, para manter a ordem social

Mas não conivente com o sistema

Nem tolerante com seus mandos e desmandos

Posso direcionar este pensamento e perguntar:
Por que ter filhos?

Para adultos que têm parceiros e trabalham pode haver uma resposta

Para adolescentes é um erro e um ato de desespero.

Um erro porque crianças atrapalham.

Desespero porque julgam que, sendo pais, terão o respeito dos pais. Nada mais falso. Nada mais idiota.

Pois te digo: Você é dono de seu corpo, que não é templo, nem prisão.

Só você pode te obrigar a fazer algo.

A mesma liberdade você deve ensinar a seu filho

Mas aproveite para também ensinar o respeito pelos outros.

f.r.n.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: